top of page

Vitrine somente com adesivo é bacana?

Atualizado: 21 de jul. de 2021

Quando escutamos que um projeto de vitrine possui somente adesivos na sua elaboração, bate aquele preconceito…


Todo mundo gosta de uma cenografia, luzes, objetos e até de uma pirotecnia…rs...confessa, vai! :)

E quando o cliente diz: é só adesivo…bate aquele desânimo.

Mas para mim não, e eu vou dividir com vocês o porquê.



...E SÓ ADESIVO?!


Sim, é muito possível conseguir um efeito ótimo somente com adesivos. Um trabalho bidimensional bem elaborado pode causar tanto impacto como uma cenografia. Podemos fazer um paralelo com os graffiti (sim, a palavra é sem o “s” do plural)*.

Graffiti causam grande impacto visual no ambiente urbano, assim como uma boa arte para vitrines com adesivos também pode causar. Já pensou nisso?


As vitrines com adesivos são ótimas alternativas até para os projetos de vitrine mais elaboradas. Os adesivos podem sinalizar e representar sua marca de várias maneiras. Vitrines com adesivos podem conter somente textos, somente cores ou somente fotos. É possível representar texturas, as estampas da coleção ou fazer um desenho incrível. Por exemplo, o chão das vitrines e cenografia abaixo é um adesivo representando o chão da ilha grega de Mikonos, um projeto que fiz para a Le Lis Blanc. O resultado é muito satisfatório!

 
 

VEJA DICAS DE COMO ELABORAR UMA VITRINE COM ADESIVOS


Você pode usar adesivo na sua vitrine no fundo dela ou adesivar tudo: fundo, laterais e chão. Uma técnica bem legal também é adesivar o vidro, e assim com vidro e fundo adesivados você cria planos de profundidade diferentes, o que cria uma sensação de preenchimento do espaço. O uso de adesivo nos vidros é mandatório para quem tem vitrine sem fundo (conceito de loja Open Store, que falei num texto anterior).


Para quem vai ter as suas vitrines com adesivos, é prudente avaliar se o adesivo vai ser aplicado internamente ou externamente. Lojas em shoppings e espaços fechados podem aplicar os adesivos na parte de fora na vitrine, externamente, porque não correm o risco de terem o material vandalizado. Já as lojas de rua, se forem manter suas vitrines acesas e se elas forem de acesso livre, vale a pena pensar se é o caso de aplicar para dentro do vidro. Outro ponto a ser pensado é quanto tempo esse adesivo ficará na vitrine: é uma campanha rápida de promoção? É um lançamento de coleção? Ou será um elemento perene na vitrine, que irá ficar por muito tempo?

Se a sua resposta é que ele irá ficar lá bastante, converse com o fornecedor de adesivos sobre instalar o adesivo para dentro do vidro, mesmo se sua loja for no shopping. Digo isso por causa da limpeza dos vidros, que deve ser feita regularmente. Isso pode prejudicar seu adesivo.

E como deve ser o projeto?


 

PROJETOS DE VITRINES COM ADESIVOS


Essas são dicas de como eu mesma procedo com os projetos de vitrines com adesivos.

A especulação é uma ferramenta poderosa quando vamos definir conceitos.

Pergunte até não poder mais…. :)

Converse bastante com seu cliente, como sempre, para alinhar as expectativas. Veja qual o mood da vitrine: é um lançamento de produto? De coleção? Existe alguma estampa que pode ser utilizada? Se sim, esta estampa harmoniza com toda a coleção para "segurar" a troca dos produtos da vitrine? Ou vai ficar sem combinar com algum look/produto?

Podemos usar a foto de algum lugar como fundo? Dá para usar textura para representar o chão? As laterais?

Vamos comunicar algo usando texto? Promoção?

Vamos contratar um artista para fazer uma arte incrível?

 

E não se esqueça dos tópicos operacionais: se for uma rede de lojas, as vitrines são diferentes. As artes devem ser proporcionadas conforme o tamanho das vitrines.

É necessário encontrar fornecedores aptos para atender cada praça…

E por aí vai.

Não se esqueça que vitrines com adesivos podem ser práticas no sentido de projetar e executar, mas não quer dizer que sejam mais baratas. Adesivos especiais e recortados costumam ser bem caros!

 

LEMBRE-SE DA FAIXINHA!


Não esquecendo de que aquela faixinha nos vidros da vitrine, chamados de "antitrombada" são obrigatórios em algumas cidades. Essas faixas podem ser de qualquer cor ou desenho (como o do modelo abaixo) e devem estar de 50 cm a 100 cm a partir do chão, devem usar toda a largura da vitrine e deve ter no mínimo 2 cm de largura. São Paulo abraçou a causa dos consumidores desatentos. A Lei 14.886/09, conhecida como Lei das Vitrines ou Lei "Antitrombada", sancionada pelo então prefeito Gilberto Kassab, entrou em vigor na cidade de São Paulo 07/03/2010. Também é necessária para lojas de shoppings e não somente nas lojas de rua.

Confesso que pouco vejo essas faixas hoje em dia...mas se é para gerar segurança para os clientes, por que não fazer esta gentileza? Quem nunca deu com a cabeça no vidro de uma vitrine?! rs...eu já! Lembre-se de contemplá-la no projeto, porque pode ser uma baita interferência visual...

Enfim…eu sou fã de fazer vitrines adesivadas. Dá para explorar muito a linguagem gráfica e tornar a campanha memorável. No perfil do Instagram @marinalombardodesign você consegue ver a foto dessa vitrine do cachorro, que faz o maior sucesso!

*graffiti: vem do latim, e o plural é feito com a letra "i" assim como no italiano.

Se você quer trocar uma idéia, escreva para mim! :)

Saiba mais sobre clicando aqui e aqui também!




Posts recentes

Ver tudo

Komentarze


bottom of page